O Grupo Teatral Mensageiros da Alegria foi fundado em 1995 com o objetivo de Criar cenas e ações lúdicas em territorios inusitados como hospitais e instituições de apóio a criança e ao idoso,levando arte e cultura em forma de teatro para comunidades carentes.

Esse trabalho que começou sem grandes pretensões agora conta com atores, psicólogos, voluntários,e todo o material necessário para fazer o trabalho a que se dispõe.

Por acreditarmos na arte do clown e do palhaço como modificadora do ambiente hospitalar e de instituições,ultilizamos e mesclamos as técnicas de ambos para desenvolvermos e trabalharmos a presença física e mental do paciente.


O clown pode tocar os corações das pessoas de maneira a fazê-las sentir e não somente ver e acreditar.Para as crianças o palhaço tem o poder de diminuir as dores das mesmas,deixando as mais fortes,autônomas,mais bem humoradas e alegres suprindo a necessidade que a criança têm de brincar,compartilhando olhares e emoções proporcionando com a arte do teatro clown diversas formas de expressão,avaliando cada necessidade e procurando trazer diferentes representações para a cena com o único intuito, que é levar amor e alegria.

..

..
Imagine a cena, um quarto de hospital silencioso, na cama uma criança debilitada com olhar triste. Neste momento, a porta do quarto se abre como num passe de mágica, surgem Quatro palhaços, ou eram médicos, não sei, o que sei é que nesta hora tudo muda, e em um piscar de olhos conseguem envolve-las nas brincadeiras a ponto de arrancar um lindo sorriso ingênuo, mas muito verdadeiro. Aquele ar de tristeza desaparece no ar, e durante alguns minutos o quarto sombrio se transforma em um verdadeiro picadeiro. Parece um trecho retirado de um livro não é mesmo? Pelo contrário, é a mais pura realidade do dia-a-dia do grupo teatral Mensageiros da alegria , que levam Riso para as pessoas internadas, principalmente para crianças, usando o humor como remédio, ou melhor, o “Clown Hospitalar”, a técnica de teatro em que faz o personagem ser um ridículo. Esses artistas têm o papel, além de ser palhaço, são terapeutas do riso, ele explora o mundo à sua volta sem medo de ser ridículo. “A intervenção atinge diretamente o estado físico e emocional do paciente, através do riso, relaxa o paciente e assim eliminando as tensões”, disse o ator e coordenador Vinícius de Oliveira Rosa

terça-feira


3 comentários:

  1. Oi Vinicius e a Neia me liga por favor 49746677

    ResponderExcluir
  2. Olá gostaria de ajudar participando! Quais os pré -requisitos?? Por favor entrem em contato no email: carlafontes45@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. Olá gostaria de saber mais? Como ajudar? obrigada.

    ResponderExcluir